Contactos

Connect-Car Serviços Automotivos

  • Pessoa de contato: Cid
  • Telefone: +55 (11) 3031-61-74
  • Endereço postal: R. Butantã. 389, São Paulo, São Paulo, 05424140, Brasil

Renovações do site

Connect-Car Serviços Automotivos

Connect-Car Serviços Automotivos

22/01/12

Normalmente, as pessoas quando chegam a uma oficina mecânica dizem para seu mecânico: Opa, queria que você desse uma olhadinha no meu carro, ele está gastando um pouco demais e anda meio fraco. Ok, diz o mecânico, que investiga todo o carro. Após fazer a checagem visual, o mecânico vira-se para o cliente e diz: esse disco está com muita "rebarba" (aumento do desgaste da pista de atrito do disco de freio), é melhor trocar o disco e a pastilha, ao ouvir isso o cliente diz ao mecânico: mas "num dá pra aguentar um pouco mais, só até acabar essa pastilha?".

Bom gente, essa é a conversa de 8 entre 10 clientes que procuram uma oficina mecânica para fazer as verificações e revisões dos seus veículos. Mas, existe algumas dicas importantes para que você não seja pego de surpresa quando for necessário fazer uma frenagem de emergência.
Primeiro, o freio é mais importante do que o motor, leia-se, o freio é prioridade.
Segundo, sempre fique atento as medidas das partes, o disco de freio tem uma medida máxima e uma medida mínima para cada veículo, assim como todo o sistema tem suas medidas mínimas, pastilha de freio, tambor de freio e sapatas. Os fluidos também tem seu tempo de vida útil, assim como flexíveis (condutores de fluidos) e cabos de acionamento de freios de estacionamento. Lembrando que as regulagens dos freios de estacionamento são muito importantes também para a eficiência e durabilidade do sistema.
É comum pararmos em um posto de combustível e o frentista dizer que é preciso completar o fluído de freio, não é mesmo? Bom, frentista não é mecânico, tenha em mente que o sistema de freio não consome fluido, portanto, se visualmente for verificado que o nível do fluído está abaixo do indicado, converse com seu mecânico, ou vá até a oficina mecânica pois o nível baixo do fluído não vai ser resolvido somente completando. O nível pode indicar alguns problemas, por exemplo, quando a pastilha de freio está desgastada o fluído é deslocado para os pistões de freio para que o freio não perca eficiência, podem existir vazamentos, o que pode ocasionar uma perda dos freios ou até uma ineficiência momentânea.
Ainda falando de fluído, quando trocar o fluído e qual fluído devo aplicar em meu carro? O tempo ideal para a troca do fluido é a cada 60.000 Km ou 1 ano, e lembrando que quanto menos você abrir o reservatório do fluído, melhor. Pois cada vez que você abre o reservatório ele é contaminado pela umidade do ambiente, então mantenha-o sempre limpo, para que as verificações possam ser sempre feitas visualmente. O fluído ideal para cada carro se aplica pelo esforço, hoje no mercado temos os mais comuns que são os DOT3, DOT4 e DOT5 que são aplicados respectivamente pelo maior esforço, como por exemplo, carros com motorização elevada e sistemas de freio que utilizam discos na traseira ou até mesmo pela maneira mais ou menos agressiva de se guiar, pois essas condições elevam a fadiga e por sua vez aumentam a temperatura do sistema produzindo falhas que podem ser evitadas com a escolha do fluído adequado.

Então pessoal, de olho no freio e o mais importante, sempre dirija com atenção, afinal de contas a melhor prevenção ainda é o cuidado.

Boa semana e até a próxima dica.

Artigos anteriores
Connect-Car Serviços Automotivos
Connect-Car Serviços Automotivos

16/01/12

A Importância de realizar análise no sistema de injeção eletrônica